XXVIII Papo Inclusivo

O CEMUPI - Centro de Estudos Multidisciplinares Pró Inclusão convida para o XXVIII Papo Inclusivo discutindo autonomia e vida independente de pessoa com deficiência.

Os papos inclusivos de 2009 terão como tema geral "Ser...humano com deficiência". A cada encontro vamos conversar com uma pessoa com deficiência falando sobre suas atividades e experiências.

Ser terapeuta com deficiência
Naira Rodrigues é fonoaudióloga, especialista em atendimento familiar, além de professora universitária e pesquisadora . É membro da equipe técnica da 3 In.
Data: 4 de julho de 2009 - Sábado - 10h
Local: Faculdade de Belas Artes - R. Dr. Álvaro Alvim, 90 - Vila Mariana - São Paulo (em frente à ESPM)

Inscrições gratuitas : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Serão emitidos certificados de participação.
Vagas Limitadas

Realização:
CEMUPI - Centro de Estudos Multidisciplinar Pró-Inclusão

Próximos encontros

1 de Agosto

12 de setembro

3 de outubro

7 de novembro

"Papo Inclusivo" é um encontro de pessoas com deficiência, pais, parentes, educadores, médicos e terapeutas ligados à questão da deficiência e à Inclusão, sobre temas como Saúde, Educação, Comportamento, Trabalho e Legislação. A cada mês um convidado fala sobre um tema específico e debate
esse assunto com os presentes. Essa apresentação/debate dura cerca de 1h30, um sábado por mês, à tarde e tem um caráter bastante informal.

CEMUPI Centro de Estudos Multidisciplinar Pró-Inclusão
Inclusão : ampla, geral e irrestrita

O CEMUPI surge da necessidade de se congregar esforços e competências de pessoas de diferentes áreas do conhecimento, para planejar e executar projetos que visam à transformação das escolas, para que se tornem espaços abertos às diferenças.

A intenção deste grupo é de pesquisar as formas de eliminação das barreiras educacionais que excluem crianças e jovens das nossas escolas, interrompendo suas trajetórias escolares por motivos os mais diferentes, relacionados aos processos de ensino e de aprendizagem.

A cultura da diversidade vai nos permitir construir uma escola de qualidade, uma didática de qualidade e profissionais de qualidade. Todos teremos de aprender a “ensinar a aprender”. A cultura da diversidade é um processo de aprendizagem permanente, onde TODOS devemos aprender a compartilhar novos
significados e novos comportamentos de relações entre as pessoas. A cultura da diversidade é uma nova maneira de educar que parte do respeito à diversidade como valor.

ÁREA TEMÁTICA E PESQUISAS

O CEMUPI pertence à Faculdade de Educação do Centro Universitário Belas Artes e passa a ter a co-gestão do Grupo de Estudos Projeto Roma Brasil e dos Papos Inclusivos do Grupo Síndrome de Down.

O Centro tem como objetivo desenvolver um modelo teórico/prático de inclusão que possa ser usado pelas escolas, que não pretende ser um livro de receitas , mas sim um plano de vôo que ajude a viabilizar efetivamente as práticas educativas inclusivas.

O grupo é multidisciplinar formado por pessoas, nem todas vinculadas profissionalmente à Educação, mas preocupadas com o tema.

As pesquisas desenvolvidas pelo grupo referem-se a :

Þ Educação para todos
Þ Formação de Professores para a educação inclusiva
Þ Transversalidade e educação

ATIVIDADES
• desenvolvimento de projetos de pesquisa que possam ser aplicados em escolas, instituições e organizações que adotam princípios inclusivos em suas áreas de atuação educacional e/ou terapêutica;
• estudo sistemático e atualizado da literatura sobre ensino e diferenças na educação;
• intercâmbios com centros nacionais e internacionais ligados à área temática do CEMUPI;
• integração de conhecimentos sobre temas da área por meio convênios de cooperação técnico-científica com instituições de pesquisa e de ensino nacionais e internacionais;
• organização de encontros, seminários, congressos científicos;
• constituição de um acervo de trabalhos internos e externos ao CEMUPI e publicação de produções do CEMUPI em mídias especializadas.

CEREST - Centro de Referência em Saúde do Trabalhador

AMBULATÓRIO DE VOZ PROFISSIONAL E LABORATÓRIO DE PAIR NO CEREST DE PINDAMONHANGABA

O CEREST - Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, Regional de Pindamonhangaba, do Sistema Único de Saúde -

SUS, atualmente sob a coordenação da Assistente Social Enilda Costa, foi habilitado pela Portaria SAS No. 653 de 19

de setembro de 2006, possuindo 10 municípios em sua área de abrangência: São Luiz do Paraitinga, Lagoinha, Santo

Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Taubaté, Tremembé, Campos do Jordão, Redenção da Serra, Natividade da

Serra e Pindamonhangaba.

Desde abril de 2008 o CEREST conta com o serviço de fonoaudiologia, coordenado pela fonoaudióloga Aretusa Monteiro,

seguindo os eixos e as diretrizes do Plano de Ação Estadual - RENAST - Rede Nacional de Saúde do Trabalhador.

São realizadas capacitações da rede de serviços fonoaudiológicos em saúde do trabalhador, desenvolvem-se ações de

promoção à saúde do trabalhador através de palestas e orientações, além de possuir um Ambulatório de Voz

Profissional e um Laboratório de PAIR.

No Ambulatório de Voz Profissional são realizados o acolhimento do trabalhador referenciado pelo SUS ou pelo

sistema privado e a assistência fonoterápica. Paralelamente, são realizadas palestras de orientações sobre saúde

vocal a profissionais da voz.

O Laboratório de PAIR recebe trabalhadores para realização de exames audiométricos e imitanciométricos e objetiva a

detecção deste tipo de perda auditiva para nortear as ações de prevenção juntamente à Vigilância Sanitária e

Epidemiológica do município. São realizadas também capacitações de fonoaudiólogos e médicos da região de

abrangência para a visão ocupacional da perda auditiva. Funciona, ainda, no Laboratório um Programa de Pesquisa e

Educação Continuada em PAIR que visa coletar dados e desenvolver estratégias de prevenção e controle da doença nos

municípios da região.

Dia Mundial da Voz


  • Matéria Publicada no Jornal  “A Tribuna”




  • Marília


Orientação a população por meio de mini-palestras e distribuição de folders. As unidades básicas de referência para Fonoaudiologia são: UBS(s) Cascata, Planalto, Nova Marília, São Judas e ainda os serviços da Saúde do Trabalhador e Cerest.

  • Ações em Garça


As fonoaudiólogas da Secretaria Municipal de Saúde farão orientações e distribuição dos panfletos fornecidos pelo CRFª em lugares de grande circulação de pessoas; Supermercado Big Mart, Supermercado Serve Todos e Centro Comercial.
Durante a Semana haverá a publicação informativa no jornal Comarca de Garça, sendo os temas escolhidos:
“Presbifonia”
“Tabagismo e as alterações de voz”
“Problemas vocais em professores”
“Disfonia”
“Higiene e saúde vocal”
Durante o expediente das Unidades de Saúde da Família os pacientes serão também orientados por meio de palestras.

  • Campanha da Voz - 2009 - SBFa - Curso de Fonoaudiologia Uniara (Centro Universitário de Araraquara)


Período de realização: 15 a 30 de abril

Comissão Organizadora:

Profa. Luciana Sborowski (coordenadora do Curso), docentes Profa. Dra. Maria Lúcia Dragone e Profa. Me. Elisandra Santos, e alunas do quarto ano do Curso de Fonoaudiologia.
Ações:
- Criação de um blog com informações sobre a Campanha da Voz e para orinetações básicas sobre cuidados vocais http://fonoemacao.blogspot.com
- Palestras em escolas do ensino infantil, médio ou superior - segundo agendamento das escolas interessadas.
- Lançamento do Programa de Cuidados Vocais na Unidade IV da UNIARA - uma ação contínua semanal de apoio aos Docentes do Departamento de Ciências Exatas, antes do início das atividades de aulas do peíodo noturno - orientações, relaxamento, aqueicmento e desaquecimento vocal.
- Posto de informação na Unidade I da UNIARA - para orientar alunos do Centro Universitário sobre hábitos nocivos e sobre a importância da saúde vocal - dia 16 de abril.
- Relançamento do Programa de Saúde Vocal do Educador - uma parceria do Curso de Fonoaudiologia da UNIARA e a Secretaria de Educação do Município de Araraquara - proposta atual é de vivência da voz em sala de aula e construção de estratégias de preservação da voz - grupos com 2 encontros quizenais.
- Ação itinerante para divulgação de cuidados vocais em bairros de Araraquara - parando em praças, parques, centros comerciais, pontos de encontros dos bairros e Shopping Center - dia 25 de abril.
- a divulgação da Campanha será realizada em mídia impressa, falada e televisiva da região.
Todas as ações envolverão entrega de folders explicativos, exposição de banners e orientações individualizadas.

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais