Crefono 2 recebe novas respostas sobre plano de imunização no estado

Com o objetivo de entender os critérios e definições dos grupos prioritários de vacinação nos municípios do estado de São Paulo e referendar o papel do fonoaudiólogo na linha de frente do combate ao novo Coronavírus, o Crefono 2 entrou em contato com diversos órgãos públicos em busca de respostas.

À Prefeitura Municipal de Piracicaba, o Crefono 2 enviou dois ofícios. O primeiro para conhecer as especificidades do plano de imunização local, a princípio elaborado a partir da quantidade de vacinas. O segundo ofício, enviado no dia 04 de fevereiro, a partir de denúncias de fonoaudiólogos da região, o Conselho expressou estranheza com o fato dos fonoaudiólogos não estarem incluídos na fase de vacinação geral dos profissionais de saúde. "Solicitamos esclarecimentos sobre a negativa de vacinação aos fonoaudiólogos e reiteramos o pedido para a inclusão destes no Plano de Imunização", pressiona o órgão. Em atenção ao ofício do Crefono 2, a Prefeitura respondeu, no dia 11 de fevereiro, que está previsto o início da vacinação dos fonoaudiólogos da cidade, em acordo com o Plano Estadual de Vacinação, ainda no mês de fevereiro.

A Prefeitura de São Paulo, por sua vez, respondeu ao ofício do Crefono 2, enviado no dia 4 de fevereiro, apenas no dia 22 de fevereiro. No documento, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde do município afirmou que o Plano de imunização da cidade segue o Programa Nacional de Imunizações que estabelece como grupo prioritário aqueles de maior risco para agravamento e óbito. Ainda de acordo com a Vigilância em Saúde, os grupos estão sendo incluídos no Programa Municipal de Imunização conforme as doses da vacina contra a COVID-19 vão sendo repassadas para o Município através do Governo Estadual.

Outra instituição contatada pelo Crefono 2 foi o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems/SP). Em sua resposta, a entidade que representa os municípios nos fóruns de pactuação do SUS no estado destacou que não tem atribuição legal em relação às questões da gestão municipal. No documento, a entidade reafirmou a importância do fonoaudiólogo nos diferentes serviços de atendimento aos casos de COVID-19, e que entende que estes profissionais estão contemplados na priorização atual do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde desde que, neste momento, estejam nos serviços que atendem casos suspeitos e/ou confirmados de COVID-19.

Vacinação para impedir mortes; distanciamento social e cuidados sanitários para conter a proliferação do vírus
O Crefono 2 reafirma sua posição sobre a necessidade de uma campanha ampla de vacinação. Só a imunização coletiva pode acabar com a Pandemia. Nesse processo, é preciso priorizar aqueles que correm maior risco de agravamento ou óbito pela doença e que estão mais expostos ao vírus . A primeira conquista da campanha de vacinação deve ser a redução drástica do número de mortes diárias por Covid 19.

Até a esmagadora maioria da população brasileira ser imunizada, é também fundamental que todos, inclusive as pessoas que já estão vacinadas, continuem adotando as medidas de segurança, como uso de máscara, distanciamento social e não realizar aglomerações. Mesmo vacinada, a pessoa pode transmitir o vírus e contaminar outras pessoas, colocando assim a vida dos que ainda não foram vacinados em risco. Sigamos cuidando uns dos outros!

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010


Redes sociais

  whatsapp 280621