Coordenação de Vigilância em Saúde da cidade de São Paulo responde ofício do Crefono 2 sobre plano de vacinação

Confira a resposta oficial na íntegra.

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA) da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo respondeu, no dia 29 de janeiro, ao ofício do Crefono 2 que referenda a atuação de fonoaudiólogos na linha de frente do combate à COVID-19 e solicita a inclusão desses profissionais no grupo prioritário.

Confira abaixo a resposta oficial enviada por email ao Conselho:


O Programa Municipal de Imunizações de São Paulo, informa que segue as orientações técnicas do Programa Nacional de Imunizações e do Programa Estadual de Imunizações.

De acordo com a Lei 6259/75, Título II, Artigo 3º, cabe ao Ministério da Saúde a elaboração do Programa Nacional de Imunizações, que definirá as vacinações, inclusive as de caráter obrigatório.

O objetivo principal da vacinação, neste momento, é a redução da morbidade e mortalidade pela COVID-19, portanto, os grupos de maior risco para agravamento e óbito, devem ser priorizados. Dessa forma, foram elencadas as seguintes populações como grupos prioritários para vacinação: trabalhadores da área da saúde, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população idosa, indígena aldeado, população em situação de rua, morbidades (Diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer, obesidade grau III), trabalhadores da educação, pessoas com deficiência permanente severa, membros das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de carga, população privada de liberdade.

As três primeiras fases da Campanha de Vacinação contra a COVID-19, contemplam os trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais, indígenas e portadores de comorbidades.

Reiteramos que o município recebe doses da vacina contra a COVID-19 de acordo com a estimativa populacional anteriormente elencada e caso estes critérios não sejam rigorosamente cumpridos, poderão ocorrer desabastecimentos e falta de vacina ao público prioritário, elegido pelo Ministério da Saúde.

Diante das doses disponíveis para distribuição inicial e a estimativa populacional dos trabalhadores de saúde, será necessária uma ordem de priorização desse estrato populacional.

Conforme o Instrutivo para Priorização de Doses da Vacina de COVID-19 no Município de São Paulo PMSP/SMS/SEABEVS/COVISA, de 26/01/2020, disponível em https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilanciaemsaude/doencaseagravos/coronavirus/index.php?p=291766 os seguintes grupos estão sendo vacinados:

  1. Hospitais públicos e privados : exclusivos para COVID-19: todos os funcionários do hospital
  2. Hospitais públicos e privados – não exclusivo COVID – UTI COVID-19 e enfermaria COVID-19: todos os profissionais que se encontram nos setores de atendimento COVID: reabilitação, profissionais que realizam coleta de laboratório, área de limpeza e administrativo.
  3. UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO (UPA), PRONTO SOCORRO (PS) e PRONTO ATENDIMENTO (PA) – Todos os profissionais dessas unidades
  4. AMA ISOLADA E AMA HOSPITALAR– Todos os profissionais dessas unidades
  5. UBS/AMA INTEGRADA e UBS – Todos os profissionais dessas unidades
  6. Funcionários da linha de frente e envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de COVID-19 do SAMU
  7. Idosos institucionalizados e trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI);
  8. População indígena vivendo em terras indígenas
  9. Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas).
  10. Funcionários e idosos do PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA AO IDOSO (PAI)
  11. Funcionários e idosos (acamados) atendimentos por EMAD
  12. Funcionários e residentes dos SERVIÇOS DE RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA (SRT)
  13. Funcionários e residentes das UNIDADE DE ACOLHIDA (UA)

Atenciosamente

Divisão de Vigilância Epidemiológica - DVE
Coordenadoria de Vigilância em Saúde - COVISA
Secretaria Municipal da Saúde - SMS

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais