Nota de Repúdio do FCAFS/SP sobre a Proposta de Mudança da Política de Saúde Mental e Rede de Atenção Psicossocial

O Fórum dos Conselhos de Atividades Fim da Saúde de São Paulo entende que tais mudanças culminarão na desarticulação da atual Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) vigente.

O Fórum dos Conselhos de Atividades Fim da Saúde de São Paulo, composto por 15 profissões da área da saúde e 14 Conselhos Profissionais, a saber: Biologia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Técnicos em Radiologia do Estado de São Paulo, e que congrega em sua totalidade mais de 1,5 milhão de profissionais da área da saúde, repudia a revogação das portarias relacionadas à Política de Saúde Mental vigentes no País e as mudanças no Modelo Assistencial em Saúde Mental com base no documento “Diretrizes para um Modelo de Atenção Integral em Saúde Mental no Brasil”. Entendemos que tais mudanças culminarão na desarticulação da atual Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) vigente.

Diante deste ataque, reafirmamos que seguiremos incansáveis na defesa da reforma psiquiátrica brasileira e suas conquistas das últimas décadas reconhecidas nacional e internacionalmente. 

É premente para nós que o cuidado seja integral, de base territorial e em liberdade, e que haja representação democrática e participação social nas políticas públicas.

Retrocessos não serão permitidos, sobretudo neste momento de grave crise que o Brasil enfrenta devido à Pandemia de COVID19, com mais de 170 mil vidas foram perdidas, luto, perdas econômicas, desemprego e adoecimento, o que demanda ainda mais uma política de Saúde Mental que garanta acolhimento, cuidado humanizado e em comunidade..

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais