Profissional que presta serviço de telefonaudiologia deve se cadastrar no Conselho declarando experiência na área.

Na declaração deve constar o nome completo do profissional, número de Registro (CRFa) e a informação de que o profissional tem formação ou experiência em telefonaudiologia.

De acordo com a Resolução do Conselho Federal de Fonoaudiologia nº 580, publicada no Diário Oficial no dia 25 de agosto, os profissionais que já atuam na modalidade de telefonoaudiologia devem enviar, em até 90 dias, uma declaração auto referida ao Conselho Regional de sua jurisdição informando que tem formação ou experiência no exercício fonoaudiológico mediado por tecnologias da informação e comunicação (TICs).

Como enviar a declaração ao Crefono 2?
Na declaração deve constar o nome completo do profissional, número de Registro (CRFa) e a informação de que o profissional tem formação ou experiência em telefonaudiologia.

De acordo com a resolução, o fonoaudiólogo que presta serviço nessa modalidade deve possuir conhecimentos e habilidades específicas que envolvam, no mínimo: seleção e manejo de TICs adequadas para a atividade considerada, ética e etiqueta digital, segurança e privacidade de dados e aspectos legais e regulatórios pertinentes.

A declaração dos fonoaudiólogos inscritos na 2ª Região/SP deve ser assinada e enviada por email (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) como anexo em arquivo PDF. No assunto do email, deve constar: "Declaração telefonoaudiologia".

Para facilitar, o Crefono 2 elaborou um modelo de declaração no site. Não é obrigatório seguir esse modelo, mas o profissional que assim desejar pode usá-lo como referência.

Com relação ao Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), mencionado também na Resolução, o Crefono 2 não disponibiliza modelo e informa que o TCLE pode constar no contrato de prestação de serviços firmado entre fonoaudiólogo e paciente.

Por fim, e não menos importante, o Conselho Regional de Fonoaudiologia 2ª Região/SP orienta que a prestação de serviço em telefonoaudiologia deve garantir a equivalência em relação aos serviços prestados presencialmente, sendo obedecidos o Código de Ética da Fonoaudiologia, assim como outros dispositivos que regem as boas práticas de sua área de atuação. 

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais