Crefono 2 assina Carta ao Ministério Público de São Paulo contra o fim da Quarentena em Marília (SP)

A decisão da Prefeitura vai na contramão das orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) de combate ao Covid19 e conflita com Decreto nº 64.881 de 22 de março de 2020 do Governador do Estado de São Paulo.

Diversas entidades representativas de Marília, entre elas o Crefono 2 que possui uma Delegacia na cidade, manifestaram sua preocupação com a recente decisão do Prefeito Daniel Alonso de reabrir o comércio, igrejas e o transporte público no município a partir de 1 de abril.

A decisão vai na contramão das orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) de combate ao Covid19 e conflita com Decreto nº 64.881 de 22 de março de 2020 do Governador do Estado de São Paulo.

A carta é um manifesto em defesa da vida e argumenta que a recessão econômica global, inevitável em razão da Pandemia, não pode se confundir com os interesses econômicos de determinados grupos. Para as entidades, esse é o momento de reforçar as capacidades do SUS e salvar vidas, ao mesmo tempo que o Estado deve garantir medidas de proteção social, especialmente o provimento de renda mínima para trabalhadores informais e complemento de renda para populações vulneráveis, a exemplo do que outros países estão fazendo.

Confira a Carta na íntegra aqui.

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais