Eleição Crefono 2: conheça a plataforma da Chapa FONO SEMPRE ATIVA para o Triênio 2019-2022

Eleição ocorrerá nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2019

De acordo com o Edital de Registro de Chapas, a chapa 1 FONO SEMPRE ATIVA participa do processo eleitoral que irá eleger o novo Colegiado do Crefono 2 para o triênio 2019/2022.

A eleição ocorrerá de 21 de fevereiro de 2019 até às 18h do dia 22 de fevereiro, e será realizada, exclusivamente, na forma eletrônica, pela Internet. A votação será mediante senha individual previamente fornecida pelo Conselho. Portanto, para exercer o seu direito e dever de voto, atualize seus dados cadastrais: endereço residencial, e-mail e o nº de seu celular no SERVIÇOS 24 HORAS  (veja o passo a passo aqui).

O fonoaudiólogo deve estar em dia com o Conselho para poder exercer seu dever e direito de votar.

Confira a Plataforma e os nomes dos candidatos da Chapa FONO SEMPRE ATIVA:


Chapa 1 -  Fono Sempre Ativa

Formas de contato:
Site: www.fonosempreativa.com.br
Rede Social: facebook.com/fonosempreativa
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Plataforma da Chapa Fono Sempre Ativa

Movidos pela vontade em contribuir de forma ativa com a Fonoaudiologia e alicerçados pela experiência em gestão, tecnologia, atuação científica, política e acadêmica como prática profissional, a chapa Fono Sempre Ativa busca zelar pelo patrimônio e conquistas alcançadas, bem como atuar na gestão do Conselho Regional de Fonoaudiologia da 2ª Região de forma interativa e transparente junto à classe, respeitando os princípios éticos. Temos em vista a necessidade e a importância de estreitar os laços com os fonoaudiólogos, desde sua formação, por meio de espaços de diálogo, para a consolidação de um conselho compromissado com as demandas da classe.

Para tanto, propomos:

 Responsabilidade com o fonoaudiólogo

  • Proporcionar uma administração voltada aos interesses do profissional, que busque a transparência em todas as ações do CRFa 2a. região/SP e fomente a participação dos profissionais nas tomadas de decisão de assuntos ligados à classe;
  • Zelar pelos princípios éticos e pela competência do profissional, favorecendo a consciência profissional através de debates sobre os diversos assuntos de atuação e pesquisa fonoaudiológicas;
  • Defender e ampliar o campo de atuação do profissional, viabilizando e apoiando iniciativas em prol da valorização e defesa da profissão;
  • Monitorar e divulgar concursos públicos e vagas;
  • Utilizar os diversos meios de comunicação, incluindo os digitais em tempo real, para informar a população sobre aspectos referentes ao campo de trabalho do fonoaudiólogo e a importância de seu papel na sociedade;
  • Valorizar e apoiar as Instituições de Ensino Superior no que diz respeito ao seu papel indispensável na formação ética e na qualificação do fonoaudiólogo, habilitando-o para a atuação no âmbito Público e Privado;
  • Apoiar a implantação de políticas públicas com base em pesquisas que considerem as diferentes perspectivas de atuação do fonoaudiólogo, considerando a diversidade de concepções teóricas, sob critérios e princípios éticos da profissão;
  • Apoiar pesquisas nas diversas perspectivas de atuação do fonoaudiólogo, em parcerias com as entidades científicas da área e afins, englobando a multiplicidade de concepções teóricas, respeitando os critérios e princípios éticos da profissão;
  • Manter, criar e apoiar grupos de discussão, em toda jurisdição da 2a região, sobre assuntos pertinentes à área, aproximando os profissionais, de modo a garantir a defesa e a divulgação das diferentes vertentes de atuação do fonoaudiólogo;
  • Trabalhar junto aos serviços públicos com o objetivo de conscientizar sobre a atuação nos diferentes níveis da rede de atenção à saúde, atenção básica e sobre a necessidade da abertura de novas frentes de trabalho.
  • Estimular a realização de concursos públicos e processos seletivos de maneira ética, responsável e coerente com a qualificação necessária.
  • Desenvolver ações de conscientização sobre a inserção do fonoaudiólogo na saúde suplementar, em toda jurisdição da 2a região, defendendo a valorização e a qualificação do profissional.
  • Ampliar os canais de comunicação direta e a participação da classe, incluindo os estudantes de Fonoaudiologia, nas ações e definições do CRFa, por meio de consultas públicas, pesquisas de opinião e fóruns de discussão;

 

Relações com outros conselhos e entidades

  • Estreitar a relação com o Conselho Federal de Fonoaudiologia e com as outras entidades científicas da classe, como a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, Academia Brasileira de Audiologia, Associação Brasileira de Motricidade Oral e demais instituições, desenvolvendo ações em parceria;
  • Dar continuidade e estreitar as relações do CRFa com os Conselhos profissionais de áreas afins e associações de caráter multiprofissional e outras, com atenção aos interesses e necessidades da população;
  • Favorecer a participação do CRFa e dos profissionais nas definições das políticas públicas e nos órgãos de controle social, integrando Comissões e Conselhos, como os de Educação e Saúde e outros espaços intersetoriais;
  • Trabalhar no sentido do protagonismo estudantil, propiciando o conhecimento da abrangência de atuação do conselho.

 

Relações com poder público 

  • Participar da definição das políticas públicas ligadas à Fonoaudiologia, acompanhando e apoiando o poder público no que se refere aos Projetos-lei de Saúde, Educação, Justiça, Ação Social, Segurança Pública e demais áreas relacionadas à atuação do fonoaudiólogo, atentos às diferentes linhas e práticas de atuação profissional;
  • Estabelecer parceria com as comissões e subcomissões das câmaras legislativas, fomentando as discussões pertinentes à Fonoaudiologia;
  • Buscar o apoio e o incentivo de entidades governamentais para valorização e promoção da Fonoaudiologia no Estado de São Paulo.

 

Relações com a sociedade

  • Discutir e acompanhar os acontecimentos e problemas atuais da área e das transformações sociais com as quais o fonoaudiólogo atua;
  • Promover campanhas e ações de conscientização para a população em relação aos campos de atuação do fonoaudiólogo, bem como apoiar as ações e campanhas desenvolvidas pelo poder público, que possuam relação direta ou indireta com nossos campos de atuação profissional, em toda jurisdição da 2a região;
  • Utilizar os diversos meios de comunicação para informar a população sobre aspectos referentes ao campo de trabalho do fonoaudiólogo e a importância de seu papel na sociedade, de maneira ética e responsável;
  • Zelar pelo bom exercício profissional, defendendo os interesses e as necessidades da população;
  • Agir sempre com responsabilidade social em defesa dos interesses da população atendida;
  • Promover consultas públicas e pesquisas de opinião com a população para nortear as ações do CRFa;
  • Participar e apoiar eventos promovidos por áreas afins, valorizando e apoiando ações de caráter multiprofissional.

 

Ações administrativas

  • Proporcionar uma administração que zele pelos princípios de transparência, acesso à informação e gestão coletiva;
  • Zelar pelo uso racional dos recursos financeiros do CRFa;
  • Apoiar o escopo administrativo do órgão, no exercício de sua função, bem como garantir competência nos processos inerentes ao funcionamento dos serviços por ele prestados;
  • Gerir com competência os processos de trabalho das comissões internas do conselho, apoiadas na plataforma e personalidade da gestão, das necessidades atuais e pontuais da área, considerando o trabalho desenvolvido pela gestão anterior;
  • Otimizar, orientar e fiscalizar o exercício profissional, ampliando as ações externas e conjuntas com outras entidades.

  

Relações com as Instituições de Ensino Superior (IES) em Fonoaudiologia

  • Estreitar as relações com as IES, a fim de zelar pela formação do graduando que deverá contemplar os conteúdos aliados aos princípios éticos da profissão;
  • Propor a realização, em parceria, de eventos formativos e de discussão com objetivo de aproximar os estudantes do CRFa e de temas atuais da profissão;
  • Trabalhar no sentido do protagonismo estudantil, propiciando o conhecimento da abrangência de atuação do conselho e, também, a motivação para atuar em suas diversas frentes de trabalho.

 

Relação dos candidatos efetivos e respectivos suplentes

Conselheiro efetivo: Ana Leia Safro Berenstein – CRFa 2-3979
Conselheiro suplente: Fabiana Regiane Costa – CRFa 2-15354

Conselheiro efetivo: Cristiana Beatrice Lykouropoulos – CRFa 2-5829
Conselheiro suplente: Maria Lucia Hage Masini – CRFa 2-2462

Conselheiro efetivo: Heloísa de Oliveira Macedo – CRFa 2-4524
Conselheiro suplente: Edinalva Neves Nascimento – CRFa 2-12910

Conselheiro efetivo: Jason Gomes Rodrigues Santos – CRFa 2- 16993
Conselheiro suplente: Daniela Martins Galli – CRFa 2-8980

Conselheiro efetivo: Katia de Cassia Botasso – CRFa 2-6386
Conselheiro suplente: Telma Kioko Takeshita Monaretti – CRFa 2- 16167

Conselheiro efetivo: Lucia Kazuko Nishino – CRFa 2-8841
Conselheiro suplente: Caroline Somera Marrafon – CRFa 16868

Conselheiro efetivo: Marcia Regina Teles – CRFa 2-3957
Conselheiro suplente: Eliane Bier Caraça – CRFa 2-1464

Conselheiro efetivo: Patricia Fernandes Rodrigues – CRFa 2-6993
Conselheiro suplente: Fernanda Fudissaku – CRFa 2-13927

Conselheiro efetivo: Patricia Monteiro de Barros Lopes – CRFa 2-5112
Conselheiro suplente: Sandra Elisabete de Oliveira Cazelato - CRFa 2-7678

Conselheiro efetivo: Vera Regina Vitagliano Teixeira - CRFa 2-1458
Conselheiro suplente: Vanessa Falbo Simões Mariano - CRFa 2-11014

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Crefono 2 publica Edital de Convocação das Eleições para o Triênio 2019/2022

Comissão eleitoral aprova registro de chapa para eleição do Crefono 2

 

 

Contato

  • (11) 3873-3788
  • info@fonosp.org.br

Localização

  • Rua Dr. Samuel Porto, 351 – 10º andar, cj. 101
  • Saúde, São Paulo - SP
  • CEP: 04054-010

Redes sociais